Astronadc Pereira, é policial militar, Psicologo e professor. Mais conhecido como Sargento Pereira.

Minha foto

Um homem com sonhos e pé no chão com a certeza de que o amor e a felicidade é o combustível que nos nutri de esperanças e fé. Prefiro que não discutam comigo e sim com minhas ideias.
Paz, felicidades, saúde e fé.

Astronadc Pereira

terça-feira, 3 de junho de 2014

Pereira é entrevistado pelo Padre Albení na TV MASTER e fala sobre as reivindicações da categoria e faz uma breve analise da violência social.

Nesta quinta - feira (22/5) Pereira (sargento Pereira) foi entrevistado pelo apresentador padre Albení, Tv Master. Na ocasião Pereira ressaltou a importância da luta dos policiais por direitos.  Pereira falou que a luta por direitos ajuda a consolidar a democracia. O padre Albení perguntou ao sargento Pereira quais eram as reivindicações dos policiais, e como policial e psicólogo Pereira poderia fazer uma analise dos motivos que a Paraíba e o Brasil estava sofrendo a décadas com a violência.

Veja na integra:

___A luta dos policiais é por direitos. Na Polícia Militar ocorrem as prisões disciplinares e isso é totalmente inaceitável. A Constituição Federal, a nossa carta magna, diz que uma pessoa só pode ser presa em flagrante delito ou mandada judicial. Mas na vida militar o policial pode ser preso disciplinarmente pelo seu superior hierárquico.
___Queremos o fim das prisões disciplinares na Paraíba, queremos uma carreira única para a polícia, queremos o risco de vida, queremos o PCCR-Plano de Carreira e Salários, queremos a efetivação do Código de Ética que esteja de acordo com a Constituição Federal, queremos a regulamentação da jornada de trabalho. Mas queremos também uma política habitacional para os policiais. Queremos dialogar com o governo e apresentar nossas necessidades mais urgentes.

___Quanto a violência é importante entendermos que o mundo estar em constantes transformações. A violência precisa ser vista como uma doença social. Temos uma cultura de agressividade e machista.

___Temos um modelo de estado em crise. Um modelo antigo e incoerente com a nossa realidade atual. Um modelo da época da ditadura militar no Brasil. As estruturas do estado não estão sendo capazes de suprir as necessidades básicas, Segurança Pública de qualidade, educação e Saúde de qualidade, além, das condições dignas de se viver. Mas há ainda a figura da corrupção, da impunidade e da incompetência do estado.

___Precisamos promover uma profunda mudança nas estruturas do estado brasileiro. Precisamos promover uma reforma no Sistema de Justiça Criminal do Brasil (polícia, justiça, sistema prisional).

___Precisamos modernizar a polícia. A justiça precisa ser acessível, eficaz, eficiente e democrática. O Sistema Prisional precisa ganhar um papel ressocializador e capaz de recuperar as pessoas à produtividade social.

___A cultura do individualismo neste país precisa ser substituída pela cultura da unidade solidaria. Precisamos nos ver como cidadão e promovermos a cultura da paz. Cito a máxima de Platão (filosofo/Grego, AC) "Não faça com os outros, o que você não gostaria que os outros fizessem com você”. O termômetro de todas as relações é o respeito. As vidas das pessoas precisam ter um sentido, e, é justamente na felicidade que se encontra este sentido de viver e não no capitalismo desenfreado. 

Assessoria de Imprensa.


Nenhum comentário: