Astronadc Pereira, é policial militar, Psicologo e professor. Mais conhecido como Sargento Pereira.

Minha foto

Um homem com sonhos e pé no chão com a certeza de que o amor e a felicidade é o combustível que nos nutri de esperanças e fé. Prefiro que não discutam comigo e sim com minhas ideias.
Paz, felicidades, saúde e fé.

Astronadc Pereira

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Pereira representa população de Santa Rita na audiência do Orçamento Democrático

O sargento Pereira participou efetivamente da última audiência regional do Ciclo 2014 do Orçamento Democrático Estadual realizada dia 31 de maio, no ginásio do Unipê, em João Pessoa.

Ele foi indicado pela comunidade de Santa Rita para falar das prioridades para o município. O governador Ricardo Coutinho e cerca de 3.500 pessoas o escutaram atentamente. Lá estavam representantes dos municípios da 1° Região - Mari, Riação do Poço, Sapé, Sobrado, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita, Bayeux, Lucena, Cabedelo, Conde, Alhandra, Pitimbu, Caaporã e a cidade sede.

Pereira elogiou administração de Ricardo Coutinho, porém deixou claro que sempre que achar necessário vai continuar expressando postura crítica em determinadas áreas.

Ao término das votações foram contempladas as áreas de saúde, habitação e segurança pública. Pereira comemorou o resultado com os presentes, em especial os santaritenses.

Confira a fala de Pereira na íntegra:

Excelentíssimo Senhor governador do Estado, Ricardo Coutinho,

____Primeiramente quero cumprimentar e elogiar a gestão pujante de seu governo. E dizer que tenho uma postura crítica em determinadas áreas, quando assim tiver que ser. Sendo assim o processo democrático. Mais acreditando ser o melhor projeto para a Paraíba.

____A grande comunidade compreendida por Tibiri II, Marcos Moura, Varzea Nova, Eitel Santiago, Alto das Populares, entre outros polos populares, vem através da minha pessoa solicitar e indicar as 03 prioridades para Santa Rita.

____Após várias reuniões e debates com moradores destas comunidades estamos aqui para apresentar estas prioridades.

____A comunidade da grande Santa Rita vem ao governo do Estado da Paraíba, através do Orçamento Democrático, solicitar as seguintes reivindicações deliberadas pela nossa comunidade santaritense:

(I) Políticas Públicas de Segurança e Desenvolvimento social para Santa Rita, e que esteja contemplado nesta política:

1.1 Um plano Estadual de Segurança Pública para a cidade de Santa Rita, que contemple as seguintes estruturas de segurança:
a) A implantação da polícia comunitária (polícia solidaria) em Marcos Moura, Tibiri, Eitel Santiago, Alto das Populares e Varze Nova;
c) Construção, estruturação de uma delegacia para o atendimento as mulheres vítimas da violência domestica. Delegacia com estrutura e recursos humanos e tecnológicos necessários a prestação de serviço de boa qualidade a comunidade. Com recursos humanos treinados e capacitados para operar peculiarmente ao atendimento as mulheres vitimadas.
2°)Habitação popular. Construção de casas populares para as famílias que não tem casa e residem em Santa Rita.
3°) Construção e efetivação de uma escola IFPB, para que a juventude de Santa Rita possa se profissionalizar e entrar no mercado de trabalho. A construção desta escola possibilitará que Santa Rita seja contemplada com um grande número de serviços, tais como: rede bancaria e farmácias, mais escolas, lojas, reorganização urbanística. Trazendo desenvolvimento para estes núcleos populacionais.

 

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Pereira participa do lançamento do documentário "Muros Invisíveis".

Direitos Humanos/UFPB lança Documentário "Muros Invisíveis”

Foi concebido a partir da experiência de trabalho acumulada pelo Laboratório de Pesquisa e Extensão em Subjetividade Humana e Segurança Pública (CRDH)

O Centro de Referência em Direitos Humanos da Universidade Federal da Paraíba (CRDH/UFPB) lança nesta terça-feira (3) o documentário “Muros Invisíveis: analisando o cárcere na Paraíba”, às 19h, no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), Campus de João Pessoa. 

O vídeo foi concebido a partir da experiência de trabalho acumulada pelo Laboratório de Pesquisa e Extensão em Subjetividade Humana e Segurança Pública (LAPSUS/UFPB) e expõe uma faceta do universo prisional poucas vezes problematizada: a dura realidade daqueles que têm um familiar encarcerado. “Muros Invisíveis" registra uma sequência de análises e contradições relacionadas ao sistema carcerário paraibano e à situação dos familiares de presos.

Além da exibição do vídeo, o evento conta com a presença do professor Gustavo Batista - Departamento de Direito Público/UFPB e da professora  Nazaré Zenaide - Núcleo de Cidadania e Direitos.

Informações pelo e-mail: lapsus.crdh@gmail.com.
Fonte: 
 Agência de Notícias da UFPB - Com Assessoria

Pereira fala de Crime Organizado e Segurança Pública durante audiência no Ministério Público da Paraíba

                  
3                                    Pereira (sargento Pereira) participou da elaboração do Plano Estadual de Segurança Pública elaborado a partir do Fórum Paraíba Unida pela Paz e foi convidado a falar sobre o crime organizado.

          Pereira explicou que sua equipe construiu a Câmara Temática Crime Organizado e Tráfico de Pessoas.

"Tratamos da parte metodológica, ouvimos pessoas e gestores das esferas municipais, estaduais e federais. Ao fim foi possível construir o mapa do crime e das ações criminosas na Paraíba", disse Pereira. 

       Pereira explicou o foco do Crime Organizado e suas principais ações. E falou da importância do estado manter as ações pontuais e o forte controle, nas seguintes questões: §  Cumprimento de mandados de prisão; §  Controle de tráfego urbano e rodoviário;§  Apreensão de armas de fogo;§  Enfrentamento ao trafico de entorpecente;§  Fiscalização, monitoramento de explosivos;§  Repressão ao contrabando e descaminho e§  Repressão a exploração sexual infanto juvenil. 
               Segundo Pereira estas atividades precisam de suporte, recursos orçamentários e boa gestão. As ações precisam ser sistêmicas e a repressão ser qualificada. Desta forma a criação de uma corregedoria autônoma, fortalecida, independente e ter um sistema de Inteligência moderno torna-se indispensável. 

                Segundo Pereira estas estruturas ajudam as instituições a monitorar e punir maus profissionais que se envolvem com o crime organizado. E possibilita as corporações policiais a combaterem melhor o Crime Organizado. "O foco do estado precisa estar nas ações para conter e diminuir significativamente os homicídios (CVLI-Crimes Violentos Letais e Intencionais) mas não perder de vista outros delitos que também geram a sensação de insegurança na população", afirmou Pereira.  

Assessoria de Imprensa
                 

   


terça-feira, 3 de junho de 2014

Pereira e Luiz Candido organiza comunidade de Tibiri II em Santa Rita para o Orçamento Democrático Estadual na pauta: Segurança Pública, Habitação e Saúde



        Pereira juntamente com o líder comunitário Luiz Candido organizaram a comunidade de Tibiri II em Santa Rita para participarem do Orçamento Democrático Estadual neste dia 31/05 em João Pessoa.

         Durante as reuniões as comunidades puderam debater e propor quais seriam as 03 (três) prioridades e suas demandas sociais para a cidade de Santa Rita. Foram realizadas várias reuniões com as comunidades de Tibiri II, Eitel Santiago, Marcos Moura, Varzea Nova e Alto das Populares.

         Estas comunidades apontaram a Segurança Pública, Habitação e a Construção  de uma escola técnica profissionalizante para Santa Rita como áreas prioritárias.

          A pauta ficou organizada da seguinte forma: 

- Políticas Públicas de Segurança, Defesa, e Desenvolvimento social para Santa Rita. Com a implantação da Polícia Comunitária (Polícia Solidaria) em Marcos Moura, Tibiri, Eitel Santiago, Alto das Populares e Varze Nova;

- Estruturação de uma delegacia para o atendimento as mulheres vítimas da violência domestica. Delegacia com estrutura e recursos humanos e tecnológicos necessários a prestação de serviço de boa qualidade a comunidade. Com recursos humanos treinados e capacitados para operar peculiarmente ao atendimento as mulheres vitimadas.

- Habitação para as famílias que estão sem moradia e que residem em Santa Rita
                                                                                                                                                      - Construção e efetivação de uma escola técnica e profissionalizante, para que a juventude de Santa Rita possa se profissionalizar e entrar no mercado de trabalho. A construção desta escola possibilitará que Santa Rita seja contemplada com um grande número de serviços, tais como: rede bancaria, farmácias, mais escolas, lojas, reorganização urbanística. Trazendo desenvolvimento para estes núcleos populacionais.













Pereira defende mobilização e unidade em torno de um projeto petista para Santa Rita


Pereira (sargento Pereira) defendeu, no último dia 19, um projeto petista para Santa Rita que comece pela união e diálogo entre os militantes do partido, as comunidades e a sociedade em geral.


“É importante mobilizar outros seguimentos da sociedade e construir uma forte unidade em torno de um projeto que vise o bem dos santaritenses”.

A manifestação política de Pereira ocorreu durante um encontro com lideranças do PT de Santa Rita, que se reuniram para preparar uma plenária em torno do projeto político de reeleição da presidenta Dilma Rousseff e do deputado federal Luiz Couto.

A reunião, uma iniciativa do ex-presidente do PT da cidade - Biló, e do petista de João Pessoa – Legal, foi realizada no bairro Tibiri II.

Pereira também reafirmou que é pré-candidato a deputado estadual e reforçou a unidade em torno do nome do deputado federal Luiz Couto. “Queremos, ao lado de Luiz Couto, debater a qualidade do serviço público e os grandes temas como segurança pública, saúde, mobilidade urbana, educação, violências contra as minorias, preconceito, pobreza, reforma política e tantos outros assuntos fundamentais para o bem da população paraibana”.

As declarações dos petistas presentes de que Santa Rita enfrenta dificuldades provocadas pela paralisação de aulas nas escolas estaduais; falta de estrutura do Departamento de Transito e de uma Casa da Cidadania para atender a população reforçaram o apelo do sargento Pereira em torno de uma unidade que fortaleça a construção de um projeto para o município.  

Assessoria de Imprensa

Pereira participa de evento no Palácio do Governo da PB que cria o conselho dos Direitos LGBTs


          O Governo do Estado assinou, nesta quarta-feira (21), o decreto que cria o Conselho Estadual dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Paraíba (CEDLGBT). Representantes do Movimento LGBT de João Pessoa e de municípios do interior do Estado participaram do evento no Palácio da Redenção, em João Pessoa. 
      O Conselho Estadual LGBT será ligado à Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana.
           Pereira participou do evento como convidado do MEL-Movimento Espirito Lilás da PB.

Pereira(sargento Pereira) juntamente com o líder comunitário Luiz Candido organizam a comunidade de Santa Rita (Tibiri II, Eitel Santiago, Marcos Moura, Alto das Populares e Varzea Nova) para participarem do Orçamento Democrático Estadual

           










Pereira(sargento Pereira) juntamente com o líder comunitário Luiz Candido organizam a comunidade de Santa Rita (Tibiri II, Eitel Santiago, Marcos Moura, Alto das Populares e Varzea Nova) para participarem do Orçamento Democrático Estadual. O evento ocorrerá no dia 31 de maio no auditório do Unipê em João Pessoa. 

             Pereira e Luiz Candido se reuniram com estas comunidades para debater e escolherem as prioridades para estas comunidades de Santa Rita. Ao final de uma semana de debate e reuniões foram escolhidas três pautas prioritárias para Santa Rita. As reuniões ocorreram na associação dos moradores de Tibiri II e no restaurante popular.

 Veja abaixo:

Políticas Públicas de Segurança, Defesa, e Desenvolvimento social para Santa Rita
Segurança Pública:
a) Um plano Estadual de Segurança Pública para a cidade de Santa Rita, que contemple as seguintes estruturas de segurança:
- A implantação da Polícia Comunitária (polícia solidaria) em Marcos Moura, Tibiri, Eitel Santiago, Alto das Populares e Varze Nova;
-Estruturação de uma delegacia para o atendimento as mulheres vítimas da violência domestica. Delegacia com estrutura e recursos humanos e tecnológicos necessários a prestação de serviço de boa qualidade a comunidade. Com recursos humanos treinados e capacitados para operar peculiarmente ao atendimento as mulheres vitimadas.                                                                                                                                                                                       
2°) Habitação para as famílias que estão sem moradia e que residem em santa Rita.

3°) Construção e efetivação de uma escola técnica e profissionalizante, para que a juventude de Santa Rita possa se profissionalizar e entrar no mercado de trabalho. A construção desta escola possibilitará que Santa Rita seja contemplada com um grande número de serviços, tais como: rede bancaria, farmácias, mais escolas, lojas, reorganização urbanística. Trazendo desenvolvimento para estes núcleos populacionais.


Pereira participa de reunião no bairro Castelo Branco


Pereira participou de reunião no bairro Castelo Branco. A reunião foi realizada na Associação dos moradores do bairro. Estiveram presentes o Deputado Federal Luiz Couto, Marquinho, Poeta, o assessor parlamentar Moreira, e vários colegas dos movimentos sociais. 
Na oportunidade foi debatido a questão da reforma política, o Plebiscito popular e a consolidação do nome de Luiz Couto para Câmara Federal.

Pereira é entrevistado por Marcelo José no programa Segurança em debate.

       Nesta sexta-feira (23/5) Pereira (sargento Pereira) foi entrevistado pelo apresentador Marcelo José no programa Segurança em debate. Pereira falou das reivindicações dos policiais da Paraíba. "Queremos a valorização de todos os profissionais da Segurança Pública da Paraíba", disse Pereira.

      Pereira afirmou que o Estado da Paraíba precisa de uma Política de estado para a Segurança Pública e não uma política de governo. 

"A Paraíba precisa de uma política de estado para a Segurança Pública e não uma política de governo", alfinetou Pereira. 

      Pereira completou dizendo que o estado da Paraíba precisa de políticas públicas de Segurança e que Direitos Humanos é muito mais do que a defesa de um direito.

"A Paraíba precisa de Políticas Públicas de Segurança, ou seja, que as estruturas de Segurança Pública e a sua gestão dialogue com as questões sociais, urbanas, minorias, educativas, pobreza, movimentos sociais, projetos sociais, articulações e interação entre secretarias, comunitarismo, urbanismo, entre outros".

"Direitos Humanos para mim é algo muito além da ideia da luta por um direito". "Direitos Humanos é a defesa da vida, da integridade física, moral, psicológica, biológica e sociológica". 

"Direitos Humanos é ter direito a segurança Humana de qualidade, a segurança alimentar, hídrica, ambiental, ecológica, cultural, religiosa. É ter direito ao livre pensamento e expressão destes pensamentos", pautou Pereira. 


Assessoria de Imprensa









Pereira é entrevistado pelo Padre Albení na TV MASTER e fala sobre as reivindicações da categoria e faz uma breve analise da violência social.

Nesta quinta - feira (22/5) Pereira (sargento Pereira) foi entrevistado pelo apresentador padre Albení, Tv Master. Na ocasião Pereira ressaltou a importância da luta dos policiais por direitos.  Pereira falou que a luta por direitos ajuda a consolidar a democracia. O padre Albení perguntou ao sargento Pereira quais eram as reivindicações dos policiais, e como policial e psicólogo Pereira poderia fazer uma analise dos motivos que a Paraíba e o Brasil estava sofrendo a décadas com a violência.

Veja na integra:

___A luta dos policiais é por direitos. Na Polícia Militar ocorrem as prisões disciplinares e isso é totalmente inaceitável. A Constituição Federal, a nossa carta magna, diz que uma pessoa só pode ser presa em flagrante delito ou mandada judicial. Mas na vida militar o policial pode ser preso disciplinarmente pelo seu superior hierárquico.
___Queremos o fim das prisões disciplinares na Paraíba, queremos uma carreira única para a polícia, queremos o risco de vida, queremos o PCCR-Plano de Carreira e Salários, queremos a efetivação do Código de Ética que esteja de acordo com a Constituição Federal, queremos a regulamentação da jornada de trabalho. Mas queremos também uma política habitacional para os policiais. Queremos dialogar com o governo e apresentar nossas necessidades mais urgentes.

___Quanto a violência é importante entendermos que o mundo estar em constantes transformações. A violência precisa ser vista como uma doença social. Temos uma cultura de agressividade e machista.

___Temos um modelo de estado em crise. Um modelo antigo e incoerente com a nossa realidade atual. Um modelo da época da ditadura militar no Brasil. As estruturas do estado não estão sendo capazes de suprir as necessidades básicas, Segurança Pública de qualidade, educação e Saúde de qualidade, além, das condições dignas de se viver. Mas há ainda a figura da corrupção, da impunidade e da incompetência do estado.

___Precisamos promover uma profunda mudança nas estruturas do estado brasileiro. Precisamos promover uma reforma no Sistema de Justiça Criminal do Brasil (polícia, justiça, sistema prisional).

___Precisamos modernizar a polícia. A justiça precisa ser acessível, eficaz, eficiente e democrática. O Sistema Prisional precisa ganhar um papel ressocializador e capaz de recuperar as pessoas à produtividade social.

___A cultura do individualismo neste país precisa ser substituída pela cultura da unidade solidaria. Precisamos nos ver como cidadão e promovermos a cultura da paz. Cito a máxima de Platão (filosofo/Grego, AC) "Não faça com os outros, o que você não gostaria que os outros fizessem com você”. O termômetro de todas as relações é o respeito. As vidas das pessoas precisam ter um sentido, e, é justamente na felicidade que se encontra este sentido de viver e não no capitalismo desenfreado. 

Assessoria de Imprensa.


Sargento Pereira participa de audiência na Câmara Municipal de Campina Grande


O pré-candidato a deputado estadual, pelo PT, sargento Pereira, participou no último dia 20, na Câmara Municipal de Campina Grande, de audiência que discutiu os anos de chumbo no Brasil e na Paraíba. Pessoas presas, torturadas e perseguidas pela ditadura militar deram depoimento.

Os pré-candidatos a deputado federal, Renan Palmeira, e ao governo da Paraíba, Tarso, todos do PSOL, também marcara presença.

Renan Palmeira falou das violações de direitos humanos que a ditadura militar impôs aos brasileiros, e disse que ainda hoje há inúmeras violações de direitos que “herdamos da ditadura”.







Assessoria de Imprensa

Pereira e militantes do PT se reúnem em Santa Rita para planejar plenária social

 Astronadc Pereira (sargento Pereira) participou de uma reunião segunda-feira (19/5), no bairro Tibiri II, em Santa Rita, com lideranças do PT na organização para elaborar uma plenária em Santa Rita em torno do projeto político de reeleição da presidenta Dilma Rousseff e do deputado federal Luiz Couto.

O encontro foi uma iniciativa dos militantes petistas Biló, da cidade anfitriã, e Legal, de João Pessoa.

Pereira defendeu e reafirmou um projeto petista para Santa Rita que comece pela união e diálogo entre os militantes do partido, as comunidades e a sociedade em geral. “É importante que estejamos unidos em torno de um projeto e que haja um forte diálogo para o bem dos santa-ritenses”, disse Pereira.

Pereira ouviu dos companheiros presentes o descaso dos governos com setores importantes da cidade, Tais como: Paralisação de aulas em escolas Públicas Estaduais; Falta de estrutura do Departamento de Transito da cidade; falta de uma casa da Cidadania para atender o povo santa-ritense e insegurança.

Pereira sugeriu que o grupo seja ampliado e passe a compor com outros seguimentos sociais, a fim de construir um projeto político solido para Santa Rita.

Pereira reafirmou sua pré-candidatura para Deputado Estadual da Paraíba e disse que uma prioridade é a unidade em torno do nome do Deputado Federal Luiz Couto. “Queremos debater os grandes temas e a qualidade dos serviços públicos que são essenciais para a sociedade paraibana, a Segurança Pública, a Saúde, a Mobilidade Urbana, a Educação, as violências contra as minorias”, o pré-conceito, a pobreza, a reforma política e tantos outros temas fundamentais para o bem de todos, pautou Pereira.

Pereira aproveitou para convidar o povo para uma plenária em Santa Rita, Tibiri II, (24/5, sábado) na Rua Pombal, às 09h30m, onde estará presente o Deputado Federal Luiz Couto e vários companheiros e companheiras do PT de Santa Rita.

Assessoria de Imprensa